Imagem1.png

O digital e a demanda por um marketing mais centrado no indivíduo
Publicado na Revista HSM Management de maio de 2021

Com o digital cada vez mais integrante do dia a dia dos profissionais de marketing, é natural imaginar que eles precisam saber mais sobre digital, correto? Sim! Mas talvez não seja tão natural pensar que seu sucesso no digital depende, cada vez mais, do quanto entendem de pessoas, de indivíduos. E não é apenas para soluções de digital - quanto mais entendermos de pessoas, de indivíduos, com suas necessidades, estilo de vida, mais assertivas seremos ao desenhar e oferecer soluções. E o bom é que toda a empresa ganha com isso em várias frentes, como trabalho em equipe, assertividade, velocidade e redução de custos.

Quando_a_cultura_come_a_estrat__gia_no_c

Quando a cultura come a estratégia no café da manhã
Publicado na Revista HSM Management de dezembro de 2020

Essa é uma história real de um padeiro do sul da Itália, da pacata cidade de Altamura, que soube respeitar os hábitos da população local e, com isso, venceu a maior rede de fastfood do mundo: o McDonald´s. Depois da tentativa da rede de se instalar naquela cidade, a rede teve que encerrar suas operações em poucos meses. Em muito, devido à ação desse padeiro local, mostrando que tamanho não importa, mas o tamanho de sua visão e amor ao público-alvo.

nao deixe seu concorrente.jpg

Não deixe o seu concorrente trazer o longo prazo para o curto prazo
Publicado na Revista HSM Management de outubro de 2020

Muitas empresas se intitulam customer centric, mas a surpresa é que quase nenhuma, de fato, o é. São "umbigo centric" e colocam sua régua nas ações da concorrência. A consequência é a postergação de atividades que poderiam coloca-las à frente, mas não o fazem dizendo ser coisa de "longo prazo". Como não "combinaram" isso com o concorrente, são surpreendidos e aqueles planos têm de ser trazidos com urgência ao curto prazo. 

a loja do futuro.jpeg

A loja do futuro depende de tecnologia?
Publicado na Revista HSM Management de junho de 2020

“Não, porque nem sempre”. Parece confusa, mas quando o músico Rodrigo Amarante deu essa resposta a um jornalista despreparado, ele levantou uma questão importante: precisamos continuamente questionar os nossos vieses e nos manter bem informados para enxergarmos os assuntos com mais clareza. E isso não é diferente no varejo.

nem toda decisão de compra.jpg

Nem toda decisão de compra é feita no PDV
Publicado na Revista HSM Management de julho de 2020

Identificar quando, onde e como as marcas são definidas na jornada de compras e ativar corretamente pode ser decisivo.Embora seja o ponto de vendas (PDV), físico ou online, o local em que a compra acontece, não é nele, necessariamente, que fazemos a escolha da marca dos produtos adquiridos.